.


terça-feira, 15 de novembro de 2011

*.¸¸.*Tô correndo dos problemas*¸¸.*

No meu peito não tem mais espaço para o medo, o amor revestiu e encheu até a borda.
 A alma do antigo amor não me assombra mais. Agora tu terás que cantar o refrão sozinho, coar o café, ferver o leite e preparar a mesa para o lanche da tarde, o qual tu odiavas ficar sem minha companhia e agora terás que passar sem mim. Desfiz a palavra amor da borda de minha saia e agora estou a bordar esperança.
Me perguntaram:
- Por que não felicidade?
E eu respondi, sem hesitar:
- Porque já estou feliz demais, ora essa.
As pessoas têm mania de querer uma definição para a felicidade, de querer que tudo seja repleto disto e acabam se esquecendo da tal coisa que as fazem acreditar que a mesma está próxima: a esperança.
E tu achando que eu ia me debruçar sobre os teus pés implorando pelo teu amor. Oh, coitado. Agora percebeste que não dependo e nunca dependi de ti, de nada que venha daí. Tô feliz demais. Tô correndo dos problemas e deixando a vida me carregar.
(A Pequena Julieta)
Adorei este texto porisso repostei
Quem me conhece sabe o quanto sou amada e feliz!
Só cobramos aquilo que não temos
Quando temos vivemos tranquilos
Quem te ama não te muda te completa!!
beijinhos de luz amadinhos
*”˜˜”*°•.ƸӜƷ Low ♥ ♥ ♥ ♥•°

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...