.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

O tempo


O tempo é algo que não volta atrás...
 Por isso, plante seu jardim e decore sua alma,
 ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
 Veronica A. Shoffstall
Boa Tarde

LOW


terça-feira, 7 de abril de 2015

Inteligência,maior arma de sedução!


"Mulher inteligente não usa o corpo, usa a mente, não precisa de roupas curtas nem falar alto, não se desrespeita, não abre mão de sí e nem de seus princípios para prender alguém. 
Sabe que sua beleza é apenas reflexo de todo seu conteúdo e de todo seu eu. 
Sabe deixar saudades e que sua presença seja notada, não porque seu corpo está a mostra, mas porque tem presença, é decidida e sabe o quer e o que merece" 

Fonte OMA 

 Bom Dia

Não me balançou


Aline comenta declaração de amor de Fernando
 'Não me balançou'
 Ex-sister ainda mandou 'recado' para Amanda:
 'Não tenho nenhum tipo de sentimento relacionado a ela. 
Desejo que seja feliz'

O quente é chorar na cama



Fonte EGO

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Repense...


Se você é inteligente, é uma ameaça.
 Se é bem sucedida, é questão de sorte e não de competência. 
 Se é gordinha, é uma baleia.
 Se é magra, é neurótica. 
 Se é linda, é burra.
 Se for taxada de feia, é sobra. 
 Se quiser casar, é desesperada.
 Se não quiser casar, é predadora.
 Se quiser ter filhos, é descomprometida com a carreira.
 Se não quiser ter filhos, é egoísta.
 Se gosta de sexo, é vagabunda. 
 Se não tiver descoberto o prazer, é geladeira.
 Se tiver opinião, é mandona.
 Se for tímida, é insossa.
 Se tiver ambição, é interesseira. 
 Se quiser adotar uma vida simples, é alienada. 
 Se gosta de cuidar da casa e da família, é mulherzinha.
 Se não gosta das atividades do lar, é uma porca. 
 Se for religiosa, é beata. 
 Se for questionadora, é bruxa. 
 Se rir alto, é escandalosa. 
 Se não rir, é mal humorada.
 Se for solteira, é encalhada. 
 Se for separada ou viúva, é concorrente. 
 Se for alegre, é fingida. 
 Se for discreta, é antipática. 
 Não somos produtos.
 Não somos embalagem.
 Não somos objetos. 
Não precisamos de rótulos. 
Repense nos preconceitos que você sofre.
 Repense nos preconceitos que você nutre e reproduz sobre si mesma e em relação a outras mulheres. Todos eles, de uma forma ou de outra, respingam em todas nós.
 Preconceitos oprimem e adoecem a alma feminina. 
Cada estigma que aceitamos, torna-se um fardo pesado que acabamos carregando por uma boa parte das nossas jornadas e que sabota profundamente a nossa alma e os nossos talentos.
 Repense........ 

 Lígia Guerra

 Bom Dia

 LOW


quarta-feira, 1 de abril de 2015

Amor é feito pra se viver hoje, nunca amanhã!


Infelizmente, crescemos com algumas crenças limitantes, que nos fazem acreditar em determinadas circunstâncias que não são necessariamente verdadeiras.
 No que se refere aos relacionamentos amorosos, existem muitas! 
As mais comuns são: - todos têm uma alma gêmea ou toda panela tem sua tampa, ou ainda a outra metade da laranja. - quando a gente ama de verdade, a paixão nunca acaba. - só se ama uma vez na vida. - quem ama não briga.
 Por conta dessas crenças enganosas, muitas pessoas deixam de viver relacionamentos que poderiam ser maravilhosos.
 Ficam à espera de algum sinal ou certeza de que estão fazendo a escolha certa. 
Desistem de encontros que tinham tudo para dar certo só porque não correspondem aos seus conceitos preconcebidos sobre o que seja amor. 
 As crenças limitantes podem se tornar barreiras que impedem uma pessoa de se abrir para conhecer outras. 
Tenho visto, ao longo dos últimos 66 anos, muitas abrindo mão de possibilidades só porque nada de especial lhes indicou que o outro era a tão procurada alma gêmea. 
Outras ainda invalidam casamentos e desestruturam toda a família por insistirem em acreditar que a alma gêmea é aquela impossível, que gera angústia e se assemelha às histórias de contos de fadas - ou seja, que não existem! 
 Pra começar, é bom saber que a sua alma gêmea é esta pessoa que está com você agora! 
Neste momento, ela tem uma alma que atraiu a sua e foi atraída por você.
 O conceito de almas gêmeas é subjetivo demais para ser estanque e definitivo.
 Mas de uma verdade eu sei: esta relação atual é a que tem de ser vivida agora, senão você simplesmente não estaria nela. 
Amor é feito pra se viver hoje, nunca amanhã! 
 E tem mais: paixão é a angústia da conquista, a aflição provocada por um desejo que grita para ser satisfeito. 
Tem a ver com o estopim do início, a ânsia por conhecer e reconhecer o outro a partir de nossas próprias expectativas.
 Felizmente, passa sim!
 E quando acaba, a gente cresce, aprende a olhar para o outro com olhos de realidade, de humanidade, acolhendo sua imperfeição e descobrindo que, ainda assim - nem tão príncipe, nem tão princesa - o desejo permanece, e até cresce. 
 Deus nos livre de amar apenas uma vez! 
Quanta economia, quanta escassez de amor.
 A gente ama quando criança, quando adolescente, quando adulto. 
Amar é exercício diário! 
E que bom que assim é!
 Poder se reencontrar nessa capacidade de recomeçar e de apostar de novo e de querer ser melhor amante e melhor par. 
O importante é reinventar o amor à medida que mais maduros nos tornamos, sem que isso signifique ter de pular de galho em galho.
 E sem essa de que quem ama não briga.
 Concordo que quem ama evita ofensas, está atento ao respeito e à confiança. 
Mas pessoas se desentendem.
 E duas pessoas convivendo certamente terão de se ajustar.
 A questão não é querer e ver e pensar o mundo de modo diferente um do outro, mas quanto cada um se abre para incluir essas diferenças, lidar com elas e encontrar um jeito de caminharem juntos, apesar delas. 
 Outro dia, um leitor me disse que "amor é o que sobra depois que o amor acaba".
 É isso: quando as crenças limitantes são desconstruídas, quando as máscaras podem ser tiradas e quando você realmente se coloca, aí sim, o amor desejado acabou e começou o real. 
É esse que nos faz feliz! 

Rosana Braga

Bom Dia Amigos queridos

LOW

Sem você eu viveria perdida nesse mundo 
como uma folha que o vento leva sem destino.





domingo, 22 de março de 2015

Primavera e Esplendor na Relva


Apesar de a luminosidade outrora tão brilhante 
Estar agora para sempre afastada do meu olhar,
 Ainda que nada possa devolver o momento 
Do esplendor na relva, da glória na flor,
 Não nos lamentaremos, inspirados no que fica para trás; 
Na empatia primordial que tendo sido sempre será;
 Nos suaves pensamentos que nascem do sofrimento humano; 
Na fé que supera a morte,
 Nos tempos que anunciam o espírito filosófico.
William Wordsworth


quinta-feira, 5 de março de 2015

A DOR DA PERDA


Perder alguém que gostávamos, por razões diversas, quer por vínculos familiares, amorosos ou fraternos, é algo de dimensão incalculável.
 Nem todo mundo consegue entender esse fato lamentável com facilidade, principalmente quando o desencarne ocorre de uma maneira abrupta, inesperada.
 É a saudade incomensurável que martiriza o peito.
 É a triste certeza de que aquele ente querido não mais se juntará a nós, pelo menos não naquela vida terrena. 
Perdas sempre irão existir. 
Passagens sempre irão acontecer.
 Mas não morremos.
 O espírito é eterno.
 O que se desfaz é a massa corpórea de que somos possuidores.
 Um invólucro espiritual temporário com data curta de validade. 
As religiões vêem essas passagens de maneiras diversas. 
Não quero aqui entrar nessa seara. Fé, entendimento, cada um deve ter o seu. 
Não devemos nos arvorar donos da verdade.
 Apenas tenho meu ponto de vista à luz da Doutrina Espírita, sem no entanto desqualificar as outras religiões, até porque, todas levam ao mesmo fim. DEUS.
 Inclusive o islamismo, a quem seus seguidores o chamam de ALÁ. 
Bem diz o Padre Fábio de Melo: " A saudade eterniza a presença de quem se foi. 
Com o tempo essa dor se aquieta, se transforma em silêncio na esperança do reencontro ".
 (Helder Campos)

Boa Noite

LOW



segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Escolhas


Ainda que teu passado tenha marcas 
teu futuro está intacto
 e só depende de suas escolhas
Feliz Semana
LOW


sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Bom Dia


"Eu sou um ser totalmente passional. 
Sou movida pela emoção, pela paixão, tenho meus desatinos.
 Detesto coisas mais ou menos.
 Não sei conviver com pessoas mais ou menos.
 Não sei amar mais ou menos.
 Não me entrego de forma mais ou menos.
 Se você procura alguém coerente, sensata, politicamente correta, racional,
 cheia de moralismo:
 Esqueça-me!
 Se você sabe conviver com pessoas intempestivas,
 emotivas, vulneráveis, amáveis, que explodem na emoção: 

Acolha-me!"

 Clarice Lispector

 Bom Dia

 LOW


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...